NOTÍCIAS

Coral da PM leva música a hospitais de SP: ‘tratamento musical, gratidão em melodia’





Policiais promovem concertos para pacientes e profissionais da saúde; já foram realizadas mais de 100 apresentações em todo o estado



Coral da PM leva música a hospitais de SP

A recepção do Hospital Geral do Grajaú, na zona sul de São Paulo, virou um palco improvisado na tarde da última quinta-feira (13). Pacientes e profissionais da saúde tiveram a oportunidade de acompanhar uma apresentação musical do coral da Polícia Militar. A ação social, já realizada pela corporação em todo o estado, agora foi idealizada em forma de projeto sob o título “Tratamento musical – Gratidão em melodia”.

O “show” é um momento de alegria e descontração promovido pelos policiais aos pacientes que estão passando por tratamento. Além disso, o trabalho é uma forma de agradecimento aos profissionais da saúde que atendem a população.

“A resposta que recebemos do público é impactante. A gente percebe que enquanto estamos cantando o ânimo dos pacientes já melhora. Tem gente que até dança”, disse o sargento Elder Lorena, segundo maestro do coro masculino da PM. O policial foi o responsável por comandar a apresentação dos militares no hospital.

“Temos um repertório bem eclético e as mensagens de cada música são escolhidas a dedo para se adaptar ao arranjo”, explicou Lorena. “Tem canções que a pessoa se emociona e vem falar que aquela música marcou a vida dela, então a gente cria essa conexão também. Saio com uma energia muito forte.”

O sargento faz parte do corpo musical central da PM há quatro anos. Já participou de outras bandas regimentais como a do Comando de Policiamento do Interior 1 (São José dos Campos), que atende todo o Vale do Paraíba, e do Comando de Policiamento de Área Metropolitano 8 (Osasco), responsável pela região oeste da capital.

O coro musical é um pequeno grupo que faz parte da orquestra sinfônica da PM e é composto por 14 militares. As apresentações, que contam com o acompanhamento de um piano, são realizadas também em asilos, cerimoniais e eventos civis. Dentro da orquestra também são extraídas sessões de banda, que viram grupos de jazz, camerata (violino, violoncelo e viola clássica) e trios de choro e cordas.

Durante a apresentação realizada no hospital do Grajaú, a enfermeira Roseli Gonzaga era uma das mais animadas. Há 23 anos no hospital, ela contou que “diariamente recebe no hospital pessoas que são socorridas pela PM”, mas que a ida do coral até o centro médico mostra o policial por trás de uma farda. “São todos seres humanos. Pais, filhos, irmãos. E o que eles fizeram aqui foi trazer uma mensagem de amor, de carinho, de esperança em um ambiente hospitalar que é tão carregado”, disse.

Coral da PM leva música a hospitais de SP

Foi a primeira vez que o coro da PM se apresentou no local. Gabriela Costa, analista de ouvidoria do setor de humanização do hospital, aprovou o show. “Os elogios da ouvidoria devem aumentar. Já vou chamá-los mês que vem de novo”, brincou.

“A música tem um poder terapêutico que acalma, ajuda e alivia o estresse”, afirmou o sargento Itamar Bonifácio, que participou do coral. O ensaio e a preparação do grupo antes de qualquer evento duram cerca de uma hora e meia.

O coral é ofertado pela própria Polícia Militar, mas os hospitais também podem solicitar a apresentação através do e-mail cmusbmus@policiamilitar.sp.gov.br. Desde o início de 2023 até junho deste ano, foram realizadas mais de 100 apresentações do coro da PM em todo o estado de São Paulo.